Nossa Senhora da Assunção e São José


54 - NADA SEM A HUMILDADE!

Livro da Vida 12, 4

 

 Pois isso é o que podemos fazer. Quem quiser passar daqui e levantar o espírito a sentir gostos, que não lhe são dados, perde, a meu ver, tudo. Os gostos são sobrenaturais e, perdido o entendimento, a alma fica desamparada e com muita aridez. E como esse edifício tem a sua fundação na humildade, quanto mais próximos de Deus estivermos, tanto maior deverá ser essa virtude, pois, se assim não for, tudo perderemos. E parece algum tipo de soberba querermos ir além disso, visto que Deus já faz em demasia, pelo que somos, ao permitir que nos aproximemos dele.
Não se entenda com isso que não é bom elevar o pensamento a coisas superiores do céu e de Deus, às grandezas que lá há e à sabedoria divina; porque, embora eu nunca o tenha conseguido (porque não tinha capacidade — como disse —4 e me achava tão ruim que, mesmo para pensar em coisas da terra, precisava que Deus me fizesse a graça de entender esta verdade, por não ser isso pouco atrevimento, para não falar em pensar em coisas do céu), outras pessoas tirarão proveito disso, especialmente se forem instruídas, pois a instrução é, a meu ver, um grande tesouro para esse exercício, se for acompanhada da humildade. Ultimamente, tenho percebido que alguns estudiosos,5 que há pouco começaram, tiveram um grande proveito; isso me faz desejar ansiosamente que muitos deles sejam espirituais, como adiante direi.

 

Nas alegrias do Tempo Pascal, sob as instruções do amigo e irmão Frei Ivo, pintemos com o nosso bom pincel a vida de filhos de Deus, ressuscitados com Cristo Jesus.

 

              

No texto acima colocado, Teresa de Jesus nos fala de um modo muito claro e contundente sobre a necessidade que temos de construir todo o nosso viver na humildade.
Veja bem que fantástica é a afirmação de nossa Santa quando nos diz: “Quanto mais próximos de Deus estivermos, tanto maior deverá ser essa virtude da humildade, pois, se assim não for, tudo perderemos.”
“A humildade é o fundamento da oração, é a disposição para receber gratuitamente o dom da oração.”  (CIC)
Santo Agostinho nos diz: “O homem é um mendigo de Deus!”
Para rezar é precisão ser humilde! Para rezar é preciso ser sempre simples diante de Deus.
Na verdade, quanto mais humildes nós formos, tanto mais nós seremos escutados por Deus. È na humildade e com humildade que nós acabamos tocando no coração de Deus.

 

 

O que Jesus nos diz no evangelho? 
Leia e veja o que Jesus nos fala sobre a humildade, através do evangelista Lucas.
Lucas 18,10-14
“Dois homens foram orar ao templo, um fariseu e um cobrador de impostos.  O fariseu orou assim: ‘Eu te agradeço, ó Deus, porque não sou pecador como as outras pessoas, desonestas, injustas, adúlteras. Nem sou como aquele cobrador de impostos ali! Jejuo duas vezes por semana e dou a Deus um décimo de tudo o que ganho!”
O cobrador de impostos mantinha¬-se à distância e, enquanto orava, não ousava sequer erguer os olhos para o céu; antes batia no peito, exclamando: ‘Deus, tem piedade de mim, que sou pecador’. Digo-¬vos, quem voltou para casa perdoado foi este pecador e não o fariseu! Porque os que se exaltam serão humilhados, mas os humildes serão honrados.”
    Tente pensar e refletir um pouco sobre esta virtude tão fundamental na vida de alguém que quer seguir a Jesus e que quer conviver fraternalmente com todos. 
    Tente pegar “o pincel” e retratar na “tela de sua vida” esta prece de alguém que não apenas se diz pequeno, pobre, pecador, mas sim, alguém que tem certeza de que é um necessitado de Deus por ser pequeno, pobre e pecador.
    Tente retratar nesta “tela da sua vida” esta maravilhosa imagem de alguém humilde, simples e pequeno, que pede a Deus a grande graça da humildade
Oração para obter a humildade
Senhor, tende piedade de mim.
Jesus, doce e humilde de coração, ouvi-me.
Jesus, doce e humilde de coração, atendei-me.
Do desejo de ser estimado, livrai-me, Jesus.
Do desejo de ser amado, livrai-me, Jesus.
Do desejo de ser louvado, livrai-me, Jesus.
Do desejo de ser procurado, livrai-me, Jesus.
Do desejo de ser honrado, livrai-me, Jesus.
Do desejo de ser preferido, livrai-me, Jesus.
Do desejo de ser consultado, livrai-me, Jesus.
Do desejo de ser aprovado, livrai-me, Jesus.
Do desejo de ser tido em conta, livrai-me, Jesus.
Do temor de ser humilhado, livrai-me, Jesus.
Do temor de ser desprezado, livrai-me, Jesus.
Do temor de ser rejeitado, livrai-me, Jesus.
Do temor de ser caluniado, livrai-me, Jesus.
Do temor de ser esquecido, livrai-me, Jesus.
Do temor de ser repreendido, livrai-me, Jesus.
Do temor de ser escarnecido, livrai-me, Jesus.
Do temor de ser injuriado, livrai-me, Jesus.
Ó Maria, Mãe dos humildes, rogai por mim.
S. José, protetor das almas humildes, rogai por mim.
São Miguel Arcanjo, que fostes o primeiro a reprimir o orgulho, rogai por mim.
Ó Justos todos, santificados especialmente pelo espírito de humildade, rogai por mim.
 

Oremos
Ó Jesus, cuja principal lição foi esta: “Aprendei de mim que sou doce e humilde de coração”, ensinai-me a ser humilde de coração, como Vós. Amém.
Ó Deus, Vós que resistis aos soberbos e concedeis a graça aos humildes, concedei-nos a virtude da verdadeira humildade, de que a vosso Filho Unigênito foi tão perfeito modelo, a fim de que nunca provoquemos com o nosso orgulho a vossa indignação, mas consigamos pela humildade os dons da vossa graça, por Nosso Senhor Jesus Cristo. Amém.

Frei Ivo Bortoluz OCD