Nossa Senhora da Assunção e São José


63- SER UMA PESSOA ESPERTA!

Livro da Vida 13, 5 - 7

 

Também podemos imitar os santos procurando a solidão, o silêncio e muitas outras virtudes que não matarão os corpos manhosos, que tão organizadamente querem servir para desconcertar a alma. Por outro lado, o demônio ajuda muito a torná-los incapazes quando percebe um pouco de temor. Ele não precisa de muito para nos fazer imaginar que tudo nos tira a saúde e a vida; e até evita que choremos ao infundir em nós o medo da cegueira. Sei que é assim, pois passei por isso; não entendo que melhor visão ou saúde podemos desejar do que a sua perda por semelhante causa.
Sendo tão doente, enquanto não me resolvi a desprezar o corpo e a vida, sempre estive amarrada, sem nenhuma utilidade. E, mesmo hoje, faço bem pouco. Deus quis que eu percebesse o ardil; e quando o inimigo me trazia o receio de perder a saúde, eu lhe respondia: “Pouco importa que eu morra”. Se ele me sugeria descanso, eu dizia: “Não preciso de descanso, e sim de cruz”. E assim por diante. Vi claramente que, em inúmeras circunstâncias, em¬bora eu de fato seja bem doente, tudo não passava de tentação do demônio ou lassidão de minha parte. Depois que deixei de me tratar com tantos cuidados e mimos, fiquei muito mais sadia.
Em resumo, desde o início, quando se começa a fazer oração, é fundamental não amesquinhar os pensamentos: ACREDITEM-ME, POIS FALO POR TER EXPERIÊNCIA. ESTA RELAÇÃO DE MINHAS FALTAS PODE AO MENOS SERVIR para que elas sejam evitadas.

 

        "Quantas são as vezes que você sente uma vontade enorme de fazer alguma coisa a mais, no sentido de se purificar, de se sentir mais livre para poder seguir a Jesus com mais alegria e com mais determinação..." Com nosso bom pincel, não anulando a nossa inteligência, sigamos as dicas do Frei Ivo. Mãos à obra!

 

Ao ler o texto de Santa Teresa, acima colocado, quem sabe a gente recorde aquela palavra de Jesus, repleta de beleza e,  eu diria até, cheia de bom-humor, onde Jesus nos diz:  “sede, portanto, prudentes (espertos) como as serpentes e simples como as pombas” (Mateus 10:16),
        Jesus fala isso aos seus 12 apóstolos, quando os orienta a respeito da missão que eles teriam pela frente: “A estes doze enviou Jesus, dando-lhes as seguintes instruções... (Mateus,10,5)
A orientação completa de Jesus é esta: “Eis que eu vos envio como ovelhas para o meio de lobos; sede, portanto, prudentes (espertos) como as serpentes e símples como as pombas” (Mateus 10:16).   
         Veja que Jesus começa falando de uma realidade difícil, quando aponta que eles eram ovelhas no meio de lobos. Isso significa que Jesus já prepara seus discípulos, afirmando que a missão deles seria perigosa. Mas isso não é para colocar medo neles, pois as ovelhas são guardadas pelo pastor. Isso é para que houvesse atenção da parte deles.
        Nossa Santa nos vai dizendo que é para termos cuidado com as tentações que o poder do mal nos faz, sob tantas e tão diferentes formas.
        Quantas são as vezes que você sente uma vontade enorme de fazer alguma coisa a mais, no sentido de se purificar, de se sentir mais livre para poder seguir a Jesus com mais alegria e com mais determinação... 

 

 

Mas, de repente, quando você menos espera, alguma coisa diz dentro de você: “Cuidado... não exagere nessas coisas... você vai prejudicar a sua saúde...”  Ou ainda: “Para que viver desse jeito... viva como todo mundo vive... nada de exageros, pois isso não é querido por Deu!”
Por vezes, o poder do mal chega até a nos afirmar, que  se você não parar de pensar e de querer viver estas coisas, que você estará pecando por orgulho e por vaidade... querendo fazer isso só para ser diferente e melhor do que os outros...

Nestes momentos, seja esperto... 
Não caia nas tentações que vão surgindo dentro de sua caminhada!
Outras vezes, o poder do mal age com esperteza, usando de pessoas amigas que você tem e que, com muito carinho e preocupação, dizem a você que é necessário ter prudência e não cair em radicalismos... 

Nesta caminhada que você quer fazer com Jesus, você precisa ser esperto!
Claro que você deve ter a prudência,  o bom senso de saber como viver... o que praticar... como praticar... Você precisa ter um bom “desconfiômetro” para nunca cair em fanatismos radicais, que revelam que você não está agindo e vivendo com equilíbrio.
Olhe bem o que nos diz Teresa: “Não preciso de descanso e sim, da cruz!”
Cuidado! Seja esperto!

Diz um ditado popular que “o diabo sabe mais por ser velho, do que por ser sábio!
E, de verdade, ele sabe nos enrolar muito bem e, muitas vezes, com a desculpa de que a gente tem que se cuidar, nós acabamos por viver uma vida medíocre, rotineira, cumpridora de normas, mas vazia de um sentido maior e mais profundo; porque não somos espertos diante daquelas tentações que nos dizem que é para ter cuidado nisso ou naquilo.

Pegue o pincel e retrate num quadro a linda e contagiante cena de alguém que vai seguindo por um caminho alegre e feliz, sentindo-se totalmente livre por dentro e por fora, por estar caminhando com o equilíbrio de alguém que nunca se omite ou se acovarda, mas também como alguém que nunca cai em radicalismos e fanatismos que anulam uma inteligência.

 

Frei Ivo Bortoluz OCD

 


                                                                    Vamos rezar com as Irmãs...
 

                                                                         

Ó Santa Teresa de Deus amada,
grande amiga do Senhor, dá-nos sede de Deus...      

Concede-nos Senhor, trilhar esse belo caminho traçado: "um caminho alegre e feliz, sentindo-se totalmente livre por dentro e por fora, por estar caminhando com o equilíbrio de alguém que nunca se omite ou se acovarda, mas também como alguém que nunca cai em radicalismos e fanatismos que anulam uma inteligência"; que nossos desejos e esforços sejam ações concretas na vida de cada dia. Amém.

 

 

ABENÇOADO ANO NOVO REPLETO SOB O OLHAR
E A INTERCESSÃO DA SANTA MÃE DE DEUS.

SÃO OS VOTOS E AS PRECES DAS IRMÃS CARMELITAS DE CURITIBA E DO AMIGO FREI IVO.